Ao ouvirmos o termo financeiro, logo nos lembramos dos nossos honorários e junto vem uma angústia: “Será que estou cobrando de forma adequada os serviços que realizo? Como eu cheguei ao preço final de meus serviços?" O que é controle? Na prática precisamos estabelecer os padrões (regras) do nosso consultório e as formas de mensurar aquilo que estabelecemos, para, assim, podermos corrigir e crescer de forma consistente.

Mas e como fazer o controle financeiro do consultório?
Algumas medidas devem ser postas em prática, conheça algumas delas:

  • Contas bancárias específicas. A sua conta pessoal não deve ser a mesma conta do consultório. Afinal não devemos pagar o supermercado com o cheque do paciente, certo?
  • Controle do movimento financeiro diário
  • Depósito imediato de cheque a vista
  • Relacionar cheques pré-datados
  • Cheques recebidos e emitidos sempre cruzado e nominal
  • Ter um local seguro (cofre preferencialmente) para a guarda dos cheques/dinheiro recebido.

E como fazer tudo isso? Crie um controle de Caixa, que nada mais é que o registro de todos os recebimentos e pagamentos relacionados ao consultório. Criamos um exemplo de planilha de Fluxo de Caixa para você, que permite que você visualize sua situação financeira, ou seja, você consegue saber exatamente se haverá falta ou sobra de caixa em um determinado período.